Pular para o conteúdo principal

Receita gostosa para ficar gostosa: Peixe Empanado de Forno.

Ontem assisti ao finalzinho do programa Alternativa Saúde, da GNT, e vi uma receita que me apeteceu muito: peixe empanado sem farinha de rosca, ovo e nem fritura. Mas como seria isso? Ao invés de farinha de rosca, foram utilizadas farinha de linhaça dourada e farelo de quinua.
Resolvi passar no supermercado depois do pilates e ir atrás do tal farelo, já que a farinha de linhaça eu tinha em casa, mas tomei um susto quando encontrei: R$13,90 por 200g. Decidi que ia fazer com farelo de aveia e fosse o que Deus quisesse. Mas não é que prestou? Então hoje resolvi postar como a primeira receita para a tag de receitas saudáveis, pensando com carinho na minha amiga Laelia.

Então, vamos dividir por partes:
Primeiro, descongele quantas postas de filé de peixe você pretenda comer e tempere com limão, sal e pimenta do reino à gosto. O meu eu temperei com sal grosso.


Depois use 1 potinho de iogurte natural desnatado e um tiquinho de curry para substituir o ovo que daria a liga. Deixe separado.

Em outro recipiente, misture 3,5 colheres (sopa) de farelo de aveia com a mesma quantidade de farinha de linhaça dourada.




Pegue uma assadeira, cubra com papel alumínio e unte com azeite. Não precisa colocar muito, mas tem que ser suficiente pra crosta do peixe não ficar toda grudada quando assar.






Agora pegue aquele peixe já temperado (deixe marinando no tempero por uns 15min, pra ele pegar bem o gosto), passe dos dois lados na mistura de iogurte e depois cubra completamente com a farofa de aveia e linhaça. Aí é só colocar na forma já untada e levar ao forno pré-aquecido. A receita original diz para deixar por 15min no forno a 250º, mas eu deixei um pouco mais, cerca de 25min, pro iogurte evaporar mais e ficar mais crocante. Mas como os fornos podem variar, é bom ficar de olho pra não queimar tudo.

O meu ficou assim: 





Vocês podem ver a receita original aqui.

Obs.: Deixei marinar por menos tempo porque Teresina é quente e utilizei o mesmo tempo que uso para o frango, em temperatura ambiente. E cuidado para não exagerar no curry e no limão, porque pode ficar ardido e amargo demais. Por experiência própria.

Eu gostei muito da receita, tanto que jantei só o peixe ontem - mas acho que cai muito bem com arroz integral e batatas sauté.

Espero que gostem e se quiserem mais alguma receita, é só deixar o pedido nos comentários do blog que postarei mais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirsutismo.

Um dos motivos que mais pesaram para que eu voltasse a escrever é meu hirsutismo. Que bicho é esse?

"Define-se o hirsutismo (também chamado de frazonismo) como a presença de pelos terminais na mulher, em regiões anatômicas consideradas características do sexo masculino. (...) Esta condição resulta da ação de hormônios andrógenos circulantes na corrente sanguínea, levando a estimulação da unidade folículo-sebácea fazendo com que os pelos cresçam pigmentados, bem como aumento da produção de ácidos graxos saturados (sebo) e aumento do conteúdo de colágeno da pele, facilitando a proliferação de microorganismos cutâneos." Tem mais aqui.

Resumindo a missa: eu tenho pelos pelo corpo (desculpa, não consegui pensar numa forma melhor de escrever) como se fosse um homem. Sem exageros, ouso dizer que tenho mais barba que meu namorado (sim, estou namorando há quase 10 meses, mas este é outro assunto). Agora imaginem vocês o estupro no ego que é para uma mulher ter que se barbear todos os d…

Controle hormonal, laser e controle dos pelos

Oi, gente! Tudo bem?
Recebi algumas perguntas sobre os tratamentos que já fiz numa publicação de 2014 e decidi fazer um vídeo sobre as minhas experiências e impressões sobre cada tipo que já fiz.



Espero ter esclarecido algumas dúvidas.  Se vocês tiverem perguntas, comentem aqui embaixo ou lá no canal que em breve eu responderei. Sugiram, perguntem, critiquem - mas com carinho, tá?
Beijos!

Post de desabafo.

Há cerca de dois meses minhas aulas recomeçaram. E bem na véspera meu Tobby, companheiro desde meus 13 anos, morreu. Ele era cardiopata e estava com edema pulmonar.
Sempre fui apaixonada por cães, e ele me acompanhava desde a pré-adolescência. Passou comigo pelas piores fases - do hirsutismo, da obesidade, da depressão. Era o anjinho que me alegrava e me dava carinho quando eu não estava bem. Meu melhor amigo.
Muita gente acha bobagem se apegar tanto a animais. Mas nos meus momentos de solidão, quando eu achava que ninguém mais me entenderia, ele estava ali. Pra deitar aos meus pés, pra fazer uma graça, pra me lamber. Pra me fazer companhia.É dolorido perder um amigo. Não importa se humano ou de 4 patas. Quando você se acostuma a ter aquela companhia diária do acordar ao dormir, 7 dias por semana, pela metade da sua vida, seus hábitos ficam entrelaçados. Levantar com cuidado pra não pisá-lo não tem mais sentido, mas por vezes eu ainda o faço. O instinto de querer mandar alguém fechar a …