Pular para o conteúdo principal

Ausência e cirurgia

Deveria ter postado há umas 3 semanas, mas um imprevisto acabou por adiar esse objetivo. Para quem não sabe, as pessoas que emagrecem muito rápido, seja por cirurgia bariátrica, seja por reeducação alimentar e exercícios, corre grande risco de ter cálculos na vesícula. Sabendo disto, meu médico me receitou uma medicação logo no começo, para evitar a formação dessas pedras, mas eu acabei esquecendo e não tomei. Resultado: dia 06/07 eu fui internada com dores fortíssimas, sem fazer ideia do que seria. Por sorte o meu cirurgião estava no hospital, e conversou com a médica plantonista. Fiz alguns exames e se confirmou o diagnóstico: pedras na vesícula. Fui medicada, a dor logo passou (graças!!!) e na tarde do dia seguinte eu fiz a cirurgia.

Algumas pessoas me perguntam o porquê de eu ter feito a cirurgia tão rápido, se era realmente necessário. Diferente dos cálculos renais, não é desejável que os da vesícula dela saiam, porque podem cair na corrente sanguínea e causar uma infecção generalizada. Eu poderia ter esperado duas ou três semanas, mas não quis arriscar ter outra crise de dor como a primeira. E afinal de contas, eu já estava no hospital mesmo!

As dores do pós-operatório foram maiores que as da bariátrica, talvez por eu ter acordado rápido da cirurgia. Consigo lembrar desde o momento em o anestesista me dizia para respirar, mas dessa vez eu não adormeci logo em seguida, fiquei acordada até depois que cheguei no quarto. Porém eu dormi e quando acordei, às 2h da manhã, 70% das dores foi embora. Passei 5 dias em dieta líquida, e confesso que foi uma tortura. Engraçado, porque da bariátrica foi super tranquilo... Acho que faltou preparo psicológico para essa última.

Ganhei mais 3 furinhos na barriga. Estou linda, parecendo uma peneira! hahaha Mas, pra falar a verdade, essas mini cicatrizes não me incomodam nem um pouco. Até ganhei o apelido de loira-do-bisturi do meu pai.

Ah, e dia 21 fiz 6 meses de cirurgia. A tabela de acompanhamento foi atualizada, para quem interessar, é só clicar aqui.

Justificada a ausência, volto em breve com outros posts.


Beijos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hirsutismo e acompanhamento.

De novembro pra cá tenho feito as sessões de laser em outra clínica (a ponteira da anterior quebrou e dois meses depois ainda não tinha voltado). O laser é o mesmo (Soprano), mas a aplicação é diferente: por varredura. E isso fez uma diferença incrível para suportar o incômodo. Hoje foi a minha quarta sessão nessa nova clínica, e me explicaram que as aplicações foram iniciadas com a varredura em uma área maior e intensidade 9, e foi intensificando aos poucos. Hoje foi feita na metade da área anterior e com intensidade de 12 joules. Foi bem mais incômodo, mas nada comparado a quando eu fazia com o Light Sheer, do qual eu saía literalmente com lágrimas nos olhos.
Com o Light a diferença veio mais rápido, é verdade, mas eu tenho preferido algo mais gradativo porém que eu consiga aguentar, pra não acabar desistindo. Apesar disso, a depilação já passou de 2 vezes ao dia para apenas 1, e os pelos estão bem mais falhos.
Mesmo sendo uma facada no ego, decidi fotografar meu rosto essa manhã com…

Hirsutismo.

Um dos motivos que mais pesaram para que eu voltasse a escrever é meu hirsutismo. Que bicho é esse?

"Define-se o hirsutismo (também chamado de frazonismo) como a presença de pelos terminais na mulher, em regiões anatômicas consideradas características do sexo masculino. (...) Esta condição resulta da ação de hormônios andrógenos circulantes na corrente sanguínea, levando a estimulação da unidade folículo-sebácea fazendo com que os pelos cresçam pigmentados, bem como aumento da produção de ácidos graxos saturados (sebo) e aumento do conteúdo de colágeno da pele, facilitando a proliferação de microorganismos cutâneos." Tem mais aqui.

Resumindo a missa: eu tenho pelos pelo corpo (desculpa, não consegui pensar numa forma melhor de escrever) como se fosse um homem. Sem exageros, ouso dizer que tenho mais barba que meu namorado (sim, estou namorando há quase 10 meses, mas este é outro assunto). Agora imaginem vocês o estupro no ego que é para uma mulher ter que se barbear todos os d…

Controle hormonal, laser e controle dos pelos

Oi, gente! Tudo bem?
Recebi algumas perguntas sobre os tratamentos que já fiz numa publicação de 2014 e decidi fazer um vídeo sobre as minhas experiências e impressões sobre cada tipo que já fiz.



Espero ter esclarecido algumas dúvidas.  Se vocês tiverem perguntas, comentem aqui embaixo ou lá no canal que em breve eu responderei. Sugiram, perguntem, critiquem - mas com carinho, tá?
Beijos!