Pular para o conteúdo principal

Exames e Bodas

Hoje eu finalmente fiz os exames. Me irritei com o médico que fez a endoscopia (sou alérgica ao sedativo, faço somente com a xilocaína), e a espirometria me deu efeitos colaterais (por causa do maldito broncodilatador). Meus batimentos foram para 130pm, minha pressão - que costuma ser alta - caiu para 11 por 7, tremedeira e tontura acompanharam. Resultado: perdi aula hoje, os sintomas só foram melhorar lá pelas 20h, e já era hora de sair para um jantar de comemoração pelos 26 anos de casamento dos meus pais.

Apesar dos pesares, estou ansiosa demais. Aquele negócio chamado esperança tem crescido. Não vejo a hora de acordar da cirurgia, mesmo com as dores. De começar a dieta líquida, mesmo passando vontade de comer inúmeras coisas e não poder. De ver cada peça de roupa folgar a ponto de cair, de ver o dinheiro se perder porque um jeans novo já não serve mais de folgado, de olhar no espelho e me sentir satisfeita. De ver todo mundo se empanturrando de coisas nada saudáveis e eu ali, comendo migalhas saudáveis, e me sentir satisfeita porque eu sei que os resultados serão os melhores. Porque eu darei o melhor de mim. O melhor que há muito tempo anda estagnado por falta de motivação. Não mais.



Beijos!

Comentários

  1. Oi May!
    Tudo bem?
    Obrigado pela visitinha e pelos elogios... estou te seguindo viu!
    Ah e sobre seu post, esqueça, vc não vai acordar com dores, nem sentir tantas vontades assim depois de operar e a dieta liquida nem é tão dificil...
    Deixe mesmo a esperança crescer e siga com fé em sua decisão.
    Beijão!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Atenção!

1. Seu comentário só será publicado mediante aprovação;
2. Mensagens de spam não serão aceitas;
3. Coloque o link do seu blog (caso tenha) no local adequado (use OpenID);
4. Mensagens ofensivas não serão aceitas;
5. Os comentários dos leitores não expressam a opinião da autora.

Obrigada pela visita!

Postagens mais visitadas deste blog

Hirsutismo e acompanhamento.

De novembro pra cá tenho feito as sessões de laser em outra clínica (a ponteira da anterior quebrou e dois meses depois ainda não tinha voltado). O laser é o mesmo (Soprano), mas a aplicação é diferente: por varredura. E isso fez uma diferença incrível para suportar o incômodo. Hoje foi a minha quarta sessão nessa nova clínica, e me explicaram que as aplicações foram iniciadas com a varredura em uma área maior e intensidade 9, e foi intensificando aos poucos. Hoje foi feita na metade da área anterior e com intensidade de 12 joules. Foi bem mais incômodo, mas nada comparado a quando eu fazia com o Light Sheer, do qual eu saía literalmente com lágrimas nos olhos.
Com o Light a diferença veio mais rápido, é verdade, mas eu tenho preferido algo mais gradativo porém que eu consiga aguentar, pra não acabar desistindo. Apesar disso, a depilação já passou de 2 vezes ao dia para apenas 1, e os pelos estão bem mais falhos.
Mesmo sendo uma facada no ego, decidi fotografar meu rosto essa manhã com…

Hirsutismo.

Um dos motivos que mais pesaram para que eu voltasse a escrever é meu hirsutismo. Que bicho é esse?

"Define-se o hirsutismo (também chamado de frazonismo) como a presença de pelos terminais na mulher, em regiões anatômicas consideradas características do sexo masculino. (...) Esta condição resulta da ação de hormônios andrógenos circulantes na corrente sanguínea, levando a estimulação da unidade folículo-sebácea fazendo com que os pelos cresçam pigmentados, bem como aumento da produção de ácidos graxos saturados (sebo) e aumento do conteúdo de colágeno da pele, facilitando a proliferação de microorganismos cutâneos." Tem mais aqui.

Resumindo a missa: eu tenho pelos pelo corpo (desculpa, não consegui pensar numa forma melhor de escrever) como se fosse um homem. Sem exageros, ouso dizer que tenho mais barba que meu namorado (sim, estou namorando há quase 10 meses, mas este é outro assunto). Agora imaginem vocês o estupro no ego que é para uma mulher ter que se barbear todos os d…

Controle hormonal, laser e controle dos pelos

Oi, gente! Tudo bem?
Recebi algumas perguntas sobre os tratamentos que já fiz numa publicação de 2014 e decidi fazer um vídeo sobre as minhas experiências e impressões sobre cada tipo que já fiz.



Espero ter esclarecido algumas dúvidas.  Se vocês tiverem perguntas, comentem aqui embaixo ou lá no canal que em breve eu responderei. Sugiram, perguntem, critiquem - mas com carinho, tá?
Beijos!